IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada

Viver no sertão é conviver com o Clima

Formulário de Busca

Siga-nos:



Notícias

Conferencia em Juazeiro discute Economia Solidária

Conferencia em Juazeiro discute Economia Solidária

 

 

 



Experiências de pequenos empreendedores dos municípios da região do Território do Sertão do São Francisco (Curaçá -Casa Nova - Canudos – Campo Alegre de Lourdes - Juazeiro –Remanso – Sobradinho –Sento-Sé - Pilão Arcado e Uauá) foram amplamente discutidas durante a Conferencia Territorial do Sertão do São Francisco realizada nos dias 22 e 23 abril no Hotel Rio Center em Juazeiro – BA.

O encontro discutiu avanços, limitações e perspectivas acerca dos empreendimentos da Economia Solidária na região. Segmento representado basicamente por pequenos agricultores que juntos se tornam grandes a partir de sua articulação em redes e grupos. Um setor da economia que através da agricultura família, visa uma melhoria da qualidade de vida das pessoas através um jeito de produzir e comercializar que se opõe a toda a forma meramente capitalista baseada na exploração e degradação dos recursos naturais.

Além das representações dos agricultores, a Conferência contou com a participação de representantes do Fórum Baiano de Economia Solidária e da Superintendência de Economia Solidária, órgão estadual vinculado a Secretaria Emprego Trabalho Renda e Esporte – SETRE.  

Os empreendimentos de Economia Solidária apoiados por entidades sociais que atuam na lógica da Convivência com o Semiárido também proporcionam uma melhor qualidade na alimentação e conseqüentemente na vida das pessoas a partir da oferta de produtos naturais, cujo processo de produção e de comercialização são feitos de forma participativa e organizada em grupos e cooperativas, o que fortalece a dinâmica desse trabalho onde os resultados são distribuídos de forma igualitária.

Para Miroval Ribeiro, representante da Rede Sabor Natural do Sertão, as propostas e experiências de Economia Solidária devem ser efetivadas como políticas públicas de desenvolvimento local porque o estado deve também assegurar formas de manter a qualidade de vida das pessoas: “as políticas públicas devem ser colocadas cada vez mais em beneficio da sociedade. Mesmo que seja necessário modificar pontos da legislação que não contribuem para o incentivo da Economia Solidária, a exemplos dos atuais processos de certificação de produtos oriundos da agricultura familiar. E que os empreendimentos do setor sejam melhores estruturados de modo a favorecer os pequenos produtores, para isso, se faz necessário criar bases de serviços que apõem a produção e a comercialização desses produtos nos municípios do território. Conclui Miroval.

A Conferência constitui-se como um espaço democrático e de formulação de políticas públicas para o desenvolvimento da Economia Solidária. As propostas apresentadas e discutidas nos fóruns do Sertão do São Francisco deverão ser aprofundadas nas Conferencias Estadual e, principalmente Federal prevista para acontecer em maio deste ano.

 


Veja também

< voltar    < principal    < outras notícias

Página:

Conferencia em Juazeiro discute Economia Solidária

Para:


Suas informações:



(500 caracteres no máximo) * Preenchimento obrigatório




Campanhas

Newsletters

Cadastre seu e-mail para receber notícias.

Formulário de Contato





Faça sua doação


Copyright © 2005 - 2009 IRPAA.ORG Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
Avenida das Nações nº 04 - 48905-531 Juazeiro - Bahia, Brasil
Tel.: 0055-74-3611-6481 - Fax.: 0055-74-3611-5385 - E-mail: irpaa@irpaa.org - CNPJ 63.094.346/0001-16
Utilidade Pública Federal, Portaria 1531/06 - DOU 15/09/2006 Utilidade Pública Estadual, Lei nº7429/99
Utilidade Pública Municipal, Lei nº 1,383/94 Registro no CNAS nº R040/2005 - DOU 22/03/2005