IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada

Viver no sertão é conviver com o Clima

Formulário de Busca

Siga-nos:



Notícias

Projeto ATER para Mulheres dá início às etapas de avaliação

Projeto ATER para Mulheres dá início às etapas de avaliação

Beneficiárias do Projeto de Assessoria Técnica e Extensão Rural para Mulheres nos municípios de Uauá, Curaçá e Juazeiro, as quais contam com o acompanhamento de técnicas do Irpaa, participaram no último dia 19 de encontro de avaliação qualitativa das ações projeto.

Estiveram presentes no Centro de Formação Vargem da Cruz, pouco mais de 40 mulheres que durante um ano receberam e acolheram a equipe do Irpaa em sua Unidade de Produção Familiar. Foram visitas para orientação técnica, reuniões, cursos, intercâmbios, todos ricos em informações, conforme avaliação das participantes do encontro.

O projeto, um convênio com o Ministério do Desenvolvimento Agrário, está em fase de conclusão, podendo ser renovado por mais quatro anos. Para Rosineide Fernandes, da comunidade de Marruá, município de Uauá, é importante que o projeto contemple mais famílias, uma vez que o trabalho tem contribuído para o desenvolvimento da comunidade. “Não são todas as famílias que são beneficiadas, a gente deseja que possa aumentar o número de famílias, tem pessoas que precisam muito”, reivindica a produtora que diz ter aprimorado seus conhecimentos a partir das ações do projeto, em especial com relação à criação de galinhas em viveiro.

O incentivo à organização comunitária também teve destaque na fala das beneficiárias. Marilene Gomes, da comunidade de Manissoba Velha, em Juazeiro, se mostra entusiasmada para mobilizar as companheiras a trabalharem em cooperativa: “eu não quero só aprender a fazer o doce do umbu pra comer, eu quero que a gente se reúna em grupo, forme uma associação pra trabalhar com o umbu”, almeja.

 

O encontro: uma metodologia que permitiu a troca de saberes

Um domingo diferente, essa foi a conclusão de algumas das agricultoras que dizem ter gostado de sair de casa para participar do encontro. Depois da mística embaixo do Umbuzeiro, momento indispensável nas atividades realizadas pelo Irpaa, dois grupos foram formados para conhecer a experiência da Produção Agroecológica Integrada Sustentável (PAIS), a Unidade de Beneficiamento e o Secador usado para desidratação de frutas, tudo disponível para demonstração do Centro de Formação Vargem da Cruz.

Em seguida, as camponesas puderam conhecer o histórico e a atuação da Pastoral da Mulher de Juazeiro, organização ligada à Igreja Católica que tem como público-alvo mulheres em situação de prostituição. A entidade trabalha também com o incentivo à geração de renda para essas mulheres e hoje é uma das parceiras do Irpaa nesse sentido. Para Alaíde Régia, coordenadora do Projeto ATER para Mulheres, a relação entre o trabalho desenvolvido pelas duas entidades se dá na intenção de promover o emponderamento das mulheres, incentivando-as a exercerem a cidadania e lutarem por seus direitos.

Também com a intenção de despertar as participantes a levarem a frente seus projetos sociais, Dona Juvita Gonçalves, uma das precursoras do beneficiamento do Umbu em Uauá, trouxe para o grupo sua experiência com este trabalho coletivo, o que se confirma com o consolidado desenvolvimento da Cooperativa Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá – Coopercuc – entidade da qual D. Juvita é uma das fundadoras.

No final, a avaliação das beneficiárias apontou para a necessidade de continuidade das ações do Projeto, destacando a importância das reuniões nas comunidades e também dos intercâmbios, de forma que um grupo possa conhecer e reproduzir as experiências que estão dando certo na região. Os cursos realizados também foram indicados como importantes espaços de incentivo à organização social das mulheres.

No próximo domingo (26), será a vez das beneficiárias dos municípios de Remanso, Sento Sé, Casa Nova, Sobradinho e Juazeiro, avaliarem a ação do ATER para Mulheres executado pelo Irpaa nesta região norte da Bahia.

 


Veja também

< voltar    < principal    < outras notícias

Página:

Projeto ATER para Mulheres dá início às etapas de avaliação

Para:


Suas informações:



(500 caracteres no máximo) * Preenchimento obrigatório




Campanhas

Newsletters

Cadastre seu e-mail para receber notícias.

Formulário de Contato





Faça sua doação


Copyright © 2005 - 2009 IRPAA.ORG Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
Avenida das Nações nº 04 - 48905-531 Juazeiro - Bahia, Brasil
Tel.: 0055-74-3611-6481 - Fax.: 0055-74-3611-5385 - E-mail: irpaa@irpaa.org - CNPJ 63.094.346/0001-16
Utilidade Pública Federal, Portaria 1531/06 - DOU 15/09/2006 Utilidade Pública Estadual, Lei nº7429/99
Utilidade Pública Municipal, Lei nº 1,383/94 Registro no CNAS nº R040/2005 - DOU 22/03/2005