IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada

Viver no sertão é conviver com o Clima

Formulário de Busca

Siga-nos:



Notícias

Antes de retomar as atividades nos estados, equipe do Semiárido Produtivo se reúne em Juazeiro (BA)

Antes de retomar as atividades nos estados, equipe do Semiárido Produtivo se reúne em Juazeiro (BA)

 Discutir as dinâmicas internas, estudar temáticas específicas e realizar planejamento e monitoramento das ações foram objetivos da 4ª reunião interestadual da equipe Executiva do Projeto Semiárido Produtivo, realizada entre os dias 28 e 30 de janeiro, em Juazeiro (BA).

Em um dos momentos de formação, a equipe se dividiu para estudar materiais voltados para a extensão rural no Brasil, tendo como recorte o Semiárido brasileiro. As leituras contemplaram tanto uma linha mais histórica referente a implementação da Assistência Técnica e Extensão Rural – Ater no país, quanto uma abordagem mais política e evolutiva acerca da valorização de aspectos como participação das famílias e comunidades e Ater como política pública.

A ação extensionista presente no Projeto Semiárido Produtivo é uma proposta que envolve a formação voltada para Convivência com o Semiárido como elemento central, um aspecto relevante que deve ser considerado no processo de construção de uma possível política pública a ser consolidada a partir dessas experiências nas comunidades. Para o coordenador institucional do Irpaa, Tiago Pereira, o aspecto produtivo aparece como uma consequência que provoca mudanças significativas, mas que não deve ser visto como mais importante do que o aspecto social e formativo.

O projeto, que é executado em 27 municípios nos estados da Bahia, Pernambuco, Sergipe, Piauí e Alagoas, prevê ações tanto ligadas ao aspecto social quanto produtivo. Este ano, a implementação de componentes produtivos serão intensificados, já que no primeiro ano do Projeto a prioridade foi o aspecto social, com destaque para elaboração de diagnósticos, formações e planejamentos coletivos. Apesar disso, neste percurso, diversas dimensões ligadas a qualidade de vida das famílias devem ser elencadas, considerando a visão holística e sistêmica que devem está presentes na ação de Ater, especialmente numa perspectiva de transformar o Semiárido Produtivo numa política pública.

Uma dessas dimensões a serem consideradas, é a dimensão fundiária. De acordo com Tiago Pereira, lidar com a realidade de famílias que não possuem terra para produzir é uma preocupação do Semiárido Produtivo. A cultura local e o lazer também aparece como dimensão que não pode ser dispensada no debate nas comunidades, apontando, inclusive, estratégias de geração de renda como o turismo rural, por exemplo.

Com isso, à equipe cabe uma atenção permanente para as diversas realidades do público-alvo do projeto, que são 400 famílias distribuídas nos cinco estados. O Semiárido Produtivo é executado pelo Irpaa desde 2017 através de contrato com Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES.

Texto e foto: Comunicação Irpaa


Veja também

< voltar    < principal    < outras notícias

Página:

Antes de retomar as atividades nos estados, equipe do Semiárido Produtivo se reúne em Juazeiro (BA)

Para:


Suas informações:



(500 caracteres no máximo) * Preenchimento obrigatório




Campanhas

Newsletters

Cadastre seu e-mail para receber notícias.

Formulário de Contato





Faça sua doação


Copyright © 2005 - 2009 IRPAA.ORG Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
Avenida das Nações nº 04 - 48905-531 Juazeiro - Bahia, Brasil
Tel.: 0055-74-3611-6481 - Fax.: 0055-74-3611-5385 - E-mail: irpaa@irpaa.org - CNPJ 63.094.346/0001-16
Utilidade Pública Federal, Portaria 1531/06 - DOU 15/09/2006 Utilidade Pública Estadual, Lei nº7429/99
Utilidade Pública Municipal, Lei nº 1,383/94 Registro no CNAS nº R040/2005 - DOU 22/03/2005