IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada

Viver no sertão é conviver com o Clima

Formulário de Busca

Siga-nos:



Notícias

Família de agricultores desenvolve novas estratégias na propriedade e aumenta criação de caprinos e ovinos em Caém, na Bahia

Família de agricultores desenvolve novas estratégias na propriedade e aumenta criação de caprinos e ovinos em Caém, na Bahia

 Na comunidade Tigre, município de Caém, no estado da Bahia, uma família de agricultores e agricultoras ampliaram a criação de caprinos e ovinos na propriedade, e estão tendo resultados positivos tanto na produtividade, como também na comercialização dos animais. A mudança foi possível através do projeto Semiárido Produtivo, que promove capacitações, assessoramento técnico e, no caso de algumas famílias, também garante recursos, com o objetivo de viabilizar diversas atividades produtivas e contribuir para o fortalecimento da agricultura familiar, na região semiárida. O projeto é realizado pelo Irpaa em Piauí, Pernambuco, Bahia, Sergipe e Alagoas, com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A jovem agricultora Jamile de Melo Moura, de 24 anos, mora com os pais, Rosenilde Melo e Jair Moura, e os irmãos, Mateus Melo e Josenilton Silva. Através do projeto, a família foi beneficiada com a construção de um aprisco na roça. Segundo Jamile, a criação de animais era muito difícil, sem uma estrutura adequada, o que prejudicava a produtividade, a comercialização e, consequentemente, a geração de renda. Agora, eles contam com o aprisco e com o acompanhamento técnico constante para melhorar a produção. “Através do assessoramento técnico, das orientações, passamos a redobrar os cuidados com os animais, com o manejo, e a gente começou a aumentar a criação. Antes, era mais complicado, porque eles não tinham um espaço adequado, sempre quando chovia, eles acabavam se molhando. A gente improvisava uma cobertura de lona, que não dava muito certo. E agora eles já têm um espaço bacana, estão protegidos contra os ventos, as chuvas, enfim”, relata Jamile.

Na propriedade, a família baiana também cria galinhas e bovinos. Os aprendizados, através do projeto, se estenderam ainda para os cuidados com a saúde e a alimentação dos animais, com produção de sais minerais e vermífugos para melhorar o desempenho dos bichos, por exemplo. Na alimentação, a família passou a produzir a silagem, com milho de sequeiro, e também cultivam a Moringa, conhecida inclusive como “planta da vida”, rica em vitaminas e minerais, e que pode ser uma fonte alternativa de alimento, para os animais, em períodos de seca.

Em relação à comercialização, as vendas da família diminuíram um pouco durante a pandemia de coronavírus, que afetou todo o Brasil desde o início deste ano. No entanto, estão conseguindo fazer esse trabalho de casa mesmo, sem precisar ir para a cidade. Mais um desafio, mas que para a família de Jamile é um motivo a mais para buscar aprendizado e continuar melhorando. “A gente procura sempre melhorar, da forma possível, a nossa produção, de acordo com as orientações que tivemos”, afirma Jamile.

Jeferson Marques é o assessor técnico do projeto Semiárido Produtivo, na Bahia, que acompanha a família de Jamile. Neste momento de pandemia, as orientações continuam sendo oferecidas à distância, com o auxílio das tecnologias. De acordo com Jeferson, mesmo com o assessoramento não-presencial, a família conseguiu iniciar a produção de silagem a partir do milho, armazenando mais de cinco toneladas, o que vai contribuir para a alimentação dos animais durante a estiagem, aqui na região. “A família de Jamile Moura é uma das famílias que a gente tá conseguindo acompanhar por rede social e uma das experiências bacanas que ocorreu lá, nesse período, foi o processo de silagem [...] Com essa alimentação, dentre outras estratégias que a propriedade tem, vai ser possível chegar até as próximas chuvas […]. Jeferson acrescenta ainda que a produção e o estoque de forragem faz com que as famílias mantenham a alimentação dos animais sem depender dos grãos comprados em mercados, que são de alto custo financeiro e também ambiental.


Veja também

< voltar    < principal    < outras notícias

Página:

Família de agricultores desenvolve novas estratégias na propriedade e aumenta criação de caprinos e ovinos em Caém, na Bahia

Para:


Suas informações:



(500 caracteres no máximo) * Preenchimento obrigatório




Campanhas

Newsletters

Cadastre seu e-mail para receber notícias.

Formulário de Contato





Faça sua doação


Copyright © 2005 - 2009 IRPAA.ORG Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
Avenida das Nações nº 04 - 48905-531 Juazeiro - Bahia, Brasil
Tel.: 0055-74-3611-6481 - Fax.: 0055-74-3611-5385 - E-mail: irpaa@irpaa.org - CNPJ 63.094.346/0001-16
Utilidade Pública Federal, Portaria 1531/06 - DOU 15/09/2006 Utilidade Pública Estadual, Lei nº7429/99
Utilidade Pública Municipal, Lei nº 1,383/94 Registro no CNAS nº R040/2005 - DOU 22/03/2005