IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada

Viver no sertão é conviver com o Clima

Formulário de Busca

Siga-nos:



Notícias

Seminário estadual irá refletir resultados da utilização da Caderneta Agroecológica por agricultoras no Semiárido baiano

Seminário estadual irá refletir resultados da utilização da Caderneta Agroecológica por agricultoras no Semiárido baiano

 Será realizado hoje (25), às 14h, o seminário estadual Caderneta Agroecológica – Resultados, impactos e perspectivas, com transmissão pelo canal da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) no Youtube - SDRBahia. Durante o evento virtual, será apresentada pesquisa realizada pelo Semear Internacional (FIDA), a partir das anotações feitas na Caderneta Agroecológica por agricultoras participantes do Pró-Semiárido, projeto do Governo do Estado.

A Caderneta Agroecológica é utilizada pelas agricultoras para anotar e gerir o que produzem. Tudo é registrado, o que é consumido pela família, vendido, trocado ou doado. A partir desses dados, a pesquisa revelou informações sobre essa produção, incluindo os números relativos à renda não monetária, delineando a importância do trabalho desenvolvido por elas para a segurança alimentar e nutricional de suas famílias, comunidades e para o desenvolvimento da Agricultura Familiar no estado.

O projeto Pró-Seminárido é executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), com cofinanciamento do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA).

Durante o seminário virtual, serão analisados dados específicos do Pró-Semiárido, projeto com maior número de mulheres que utilizam, de forma sistemática, a Caderneta Agroecológica, 374 agricultoras. Esse trabalho tem apoio do Projeto Semear Internacional, ação cofinanciada pelo FIDA.

Parceria – O trabalho com as Cadernetas Agroecológicas tem sido desenvolvido em parceria com a Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), que vem adotando a ferramenta no trabalho de assistência técnica e extensão rural (Ater) desenvolvido em todo estado.

A Caderneta Agroecológica (CA) foi concebida, em 2011, pelo Centro de Tecnologias Alternativas na região de Zona da Mata em Minas Gerais (CTA/ZM), em interlocução com o Grupo de Trabalho Mulheres da Articulação Nacional de Agroecologia – (GT/ANA).

O Programa de Formação em Feminismo e Agroecologia (CTA), em 2013, foi o primeiro a utilizar a metodologia das Cadernetas. Logo após, também 2013, e em 2015, o GT da ANA aplicou este instrumento dentro de um programa de formação, cuja temática principal foi “Feminismo e Agroecologia”, financiado pela União Europeia e levado a todas as regiões do país.

Texto e imagem: SDR


Veja também

< voltar    < principal    < outras notícias

Página:

Seminário estadual irá refletir resultados da utilização da Caderneta Agroecológica por agricultoras no Semiárido baiano

Para:


Suas informações:



(500 caracteres no máximo) * Preenchimento obrigatório




Campanhas

Newsletters

Cadastre seu e-mail para receber notícias.

Formulário de Contato





Faça sua doação


Copyright © 2005 - 2009 IRPAA.ORG Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
Avenida das Nações nº 04 - 48905-531 Juazeiro - Bahia, Brasil
Tel.: 0055-74-3611-6481 - Fax.: 0055-74-3611-5385 - E-mail: irpaa@irpaa.org - CNPJ 63.094.346/0001-16
Utilidade Pública Federal, Portaria 1531/06 - DOU 15/09/2006 Utilidade Pública Estadual, Lei nº7429/99
Utilidade Pública Municipal, Lei nº 1,383/94 Registro no CNAS nº R040/2005 - DOU 22/03/2005