IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada

Viver no sertão é conviver com o Clima

Formulário de Busca

Siga-nos:



Notícias

Mesmo em período de estiagem, Cacimba do Silva afirma experiência positiva com caprinovinocultura

Mesmo em período de estiagem, Cacimba do Silva afirma experiência positiva com caprinovinocultura

A Comunidade de Cacimba do Silva, distrito de Itamotinga em Juazeiro, está demonstrando que através das práticas de Convivência com o Semiárido é possível, mesmo em período de estiagem, produzir e criar animais adaptados à região. Neste último final de semana, a comunidade realizou a II Feira de Caprinos e Ovinos, organizada pela Associação dos Pequenos Produtores Rurais de Cacimba do Silva em parceria com a prefeitura de Juazeiro.

O Evento contou com exposição de animais, palestras, mesa redonda, com o tema “A importância da Caprinocultura leiteira para os pequenos produtores no Semiárido brasileiro”, estandes das instituições da EBDA, Univasf e apresentação cultural. Segundo Márcio Irivan Passos, criador de caprinos e ovinos e membro da organização da Feira, o evento permite envolver a comunidade na cadeia produtiva e auxiliar no desenvolvimento do Semiárido. Também permite a geração de renda para os criadores de animais. “A renda da comunidade é na caprinovinocultura e criação de quintal, principalmente na área do leite”, comentou.

Para a criadora de caprinos e ovinos, Maíra Oliveira, da comunidade de Craibeira, a Feira permite troca de experiências entre as/os criadores da região, além de fortalecer a cadeia produtiva da caprinovinocultura e fala da relevância de promover eventos como esses no período de estiagem: “a gente vive de caprinos e ovinos, nossa realidade é essa, a gente sabe que a seca faz parte do sistema, por que esconder isso no momento de estiagem, a comunidade Cacimba do Silva é exemplo de organização e coragem, por está levando e demostrando o que tem dentro da comunidade e dando a oportunidade de outras pessoas tá demostrando o que tem”, afirma a criadora.

Maíra ressalta a importância de o Estado ter políticas públicas para beneficiar a criação de caprinos e ovinos, entre essas políticas, a de acesso à água segura nas propriedades. Dessa forma, segundo Maíra, “a influência do efeito climático seria menor, a gente sabe que não tem como combater a seca, ela faz parte do sistema do clima”. Ela também se diz convencida de que o desenvolvimento da região tem que ser através da Caprinovinocultura.

Durante a programação, houve também atividade prática realizada pela veterinária Márcia Araújo, professora da Univasf, acompanhada de estudantes do curso de Zootecnia. Ao examinar os animais da exposição, a professora diz está surpresa em encontrar animais saudáveis. Márcia fala que o curso de Zootecnia da instituição “tem uma particularidade de estudar nutrição animal baseado nas plantas da região e estudos das raças que estão adaptados para serem criados na Caatinga”.

Na feira foi possível ver a diversidade de raças de caprinos e ovinos vindos de lugares como Curaçá, Goiás, Barra Bonita, Juazeiro, Senhor do Bonfim, entre outras.

A Caprinovinocultura e a Caatinga

A experiência na criação de caprinos e ovinos permite a Maíra falar que a escolha da raça influencia para ter animais produtivos mesmo no período de estiagem, e que a raça mestiça é umas das mais adequadas para região semiárida. “Ela (raça) tem uma produtividade e rusticidade, então você consegue ter um manejo e produtividade boa”. Ela ressalta que o criador precisa ter cuidados no manejo nutricional e na sanidade dos animais, para ter uma criação saudável.

Para Maíra, além desses cuidados, o criador precisa avaliar a quantidade de terra disponível para colocar os caprinos e ovinos, para evitar a aglomeração de animais na Caantiga e de restaurar e conservar os plantios de pau ferro, favela, pé de juazeiro e demais plantas nativas da Caantiga que auxiliam na nutrição das cabras e ovelhas. Práticas que, segundo ela, são realizadas em sua comunidade.


Veja também

< voltar    < principal    < outras notícias

Página:

Mesmo em período de estiagem, Cacimba do Silva afirma experiência positiva com caprinovinocultura

Para:


Suas informações:



(500 caracteres no máximo) * Preenchimento obrigatório




Campanhas

Newsletters

Cadastre seu e-mail para receber notícias.

Formulário de Contato





Faça sua doação


Copyright © 2005 - 2009 IRPAA.ORG Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
Avenida das Nações nº 04 - 48905-531 Juazeiro - Bahia, Brasil
Tel.: 0055-74-3611-6481 - Fax.: 0055-74-3611-5385 - E-mail: irpaa@irpaa.org - CNPJ 63.094.346/0001-16
Utilidade Pública Federal, Portaria 1531/06 - DOU 15/09/2006 Utilidade Pública Estadual, Lei nº7429/99
Utilidade Pública Municipal, Lei nº 1,383/94 Registro no CNAS nº R040/2005 - DOU 22/03/2005