IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada

Viver no sertão é conviver com o Clima

Formulário de Busca

Siga-nos:



Notícias

Estande do Irpaa homenageia Articulação Semiárido Brasileiro pelos seus 20 anos de história

Estande do Irpaa homenageia Articulação Semiárido Brasileiro pelos seus 20 anos de história

Em 2019, adentrar em uma casa, olhar por uma de suas janelas e ver um cano tubular que está ligando o telhado da casa a uma cisterna de cimento é cenário comum de residências de milhares de famílias que moram em comunidades rurais do Semiárido brasileiro. Com essa simples tecnologia as famílias conseguem captar e armazenar a água da chuva. Mas este nem sempre foi algo comum na região, principalmente, antes da década de 1990, quando a vista das famílias não alcançavam a água para além dos carros-pipas, aguadas rasas e durantes as chuvas.

Foi conhecendo de perto a realidade das famílias e a relação da natureza com os períodos de estiagens prolongadas, que são chamados popularmente de grandes secas, que emergiu em terras semiáridas um novo paradigma de vida que contrapõe o paradigma de combate à seca, que em nada mudava a realidade da região. Assim, o trabalho de milhares de instituições com a Convivência com o Semiárido há mais de duas décadas se engaja em uma só força que resulta, há 20 anos atrás, na Articulação Semiárido Brasileiro. Nasce aí a Asa, polinizando a esperança com um novo olhar e nova concepção de vida na região. Do seu nascimento à consolidação e defesa do paradigma da Convivência, a Articulação agrega mais de três mil entidades em todo Semiárido brasileiro. O Irpaa é uma destas entidades.

É neste cenário, uma casa com cisterna, que o estande institucional do Irpaa, dentro da Feira Semiárido Show, expõe para os/as visitantes quem é a Asa e a homenageia através do que foi construído e o que se tem hoje de concreto em relação a esse modo de vida. A homenagem acontece ao longo do SemiáridoShow, de 19 a 22 de novembro, na área da Embrapa, em Petrolina, Pernambuco. São quatro dias de exposição, explicação e acolhimento aos visitantes, que chegam e podem se sentir em casa, deitar na rede, bater uma prosa, conhecer o trabalho de convivência, contar e ouvir histórias.

As paredes desta casa recebem as cores, imagens e informações da arte urbana do grafite, que conta a história através dos rostos e fala de mulheres e jovens, além de expor o desenho da vegetação, dos animais, das tecnologias que compõem essa jornada, que começou com o acesso e gestão da água por parte das famílias. E a cisterna, a bica e a calha também estão lá interligadas numa só dimensão. Tratamento de água através do filtro caseiro, canteiro de ervas e hortaliças com uso econômico da água, publicações, dentre outras ações que surgem da perspectiva de aperfeiçoar tecnologias, sistematizar saberes e compartilhá-los são algumas das informações expostas.

“A existência dela [da Asa] é de grande importância para o Semiárido e quem tem a ganhar é o Semiárido. Tenho que agradecer”, argumenta seu Alindo José dos Santos, técnico agropecuário aposentado, que estava visitando a Feira. Ele disse ter gostado do estande, se mostrou agradecido pelo trabalho da Articulação e recomenda que o trabalho continue por mais 20 anos. Para ele, a Asa “se preocupa com o Nordeste, principalmente, com o Semiárido”, conclui.

“A Asa luta para que o povo tenha água de qualidade. Através dessa entidade ajudou muitas famílias e continua ajudando. Acabou o sofrimento no nosso sertão. Antes a gente carregava água de lata, de jeguinho… e também a qualidade que antes a gente bebia até contaminada, hoje não”, avaliou a agricultura Cleidiana Matos, do Território Rural Vale do Itapicuru Açu e Mirim, do município de Itiúba, Bahia, que veio em caravana para a Feira através do projeto Pró-Semiárido, executado pelo governo do Estado da Bahia.

Para Alexandre Pires, da coordenação Nacional da Asa, a celebração dos 20 anos é “uma avaliação de uma caminhada bastante rica de aprendizado, troca e construção de uma sociedade mais justa e do povo com mais direito no Semiárido. Os 20 anos foi uma oportunidade junto com as famílias agricultoras, com as organizações, como os movimentos sociais aliados, com os governos, de fortalecer os laços e possibilidades de construção coletiva de um Semiárido com mais dignidade para as pessoas... e com direito a água, compreendendo a água como um direito básico para alimentação, soberania e segurança alimentar das pessoas do Semiárido”, pontuou. Alexandre também apontou que é preciso evidenciar nesta jornada o reconhecimento nacional e internacional do trabalho da articulação para os povos e futuras gerações.

Além do estante institucional, dentro da programação da Feira acontecerá, na manhã do dia 22, o seminário “Ciência, Tecnologia e Informação: realidade, perspectivas e desafios”, organizado pela Embrapa e Asa. Nesse evento, acontecerá um ato em celebração aos 20 anos da Articulação. “O seminário que a Asa realiza dentro do SemiáridoShow é uma oportunidade que a gente reconhece também de celebração dos 20 anos, sobretudo que a gente reconhece enquanto rede que os órgãos de pesquisa e inovação têm sido aliados incasáveis e muito abertos a um processo de reconhecimento do papel dos agricultores e seus conhecimentos para a promoção da Convivência com o Semiárido”, explica Alexandre.

Vitrine tecnológica

Além do estande institucional, o Irpaa participa da Feira com a exposição de três vitrines tecnológicas (barreiro trincheira coberto, cisternas, cerca ecológica, sistemas de reuso de água), além de tendas do Clima e Água, Terra e Território e o Umbuzeiro do Conhecimento.

Texto e Foto: Comunicação Irpaa


Veja também

< voltar    < principal    < outras notícias

Página:

Estande do Irpaa homenageia Articulação Semiárido Brasileiro pelos seus 20 anos de história

Para:


Suas informações:



(500 caracteres no máximo) * Preenchimento obrigatório




Campanhas

Newsletters

Cadastre seu e-mail para receber notícias.

Formulário de Contato





Faça sua doação


Copyright © 2005 - 2009 IRPAA.ORG Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
Avenida das Nações nº 04 - 48905-531 Juazeiro - Bahia, Brasil
Tel.: 0055-74-3611-6481 - Fax.: 0055-74-3611-5385 - E-mail: irpaa@irpaa.org - CNPJ 63.094.346/0001-16
Utilidade Pública Federal, Portaria 1531/06 - DOU 15/09/2006 Utilidade Pública Estadual, Lei nº7429/99
Utilidade Pública Municipal, Lei nº 1,383/94 Registro no CNAS nº R040/2005 - DOU 22/03/2005