IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada

Viver no sertão é conviver com o Clima

Formulário de Busca

Siga-nos:



Notícias

Comunicadores populares da ASA Bahia avançam no plano de comunicação para o estado

Comunicadores populares da ASA Bahia avançam no plano de comunicação para o estado

Visando a necessidade de enriquecer e organizar as diversas ações comunicacionais praticadas no estado da Bahia, os comunicadores populares da ASA-BA (Articulação Semiárido Brasileiro – Bahia), reuniram-se em Feira de Santana no dia último dia 14, a fim de continuar o desenvolvimento de um plano de comunicação institucionalizado para a articulação, com o propósito de fortalecer as ações de convivência com o Semiárido, desenvolvidas pelas organizações que fazem parte da ASA Bahia.

“A construção de um plano para a comunicação popular da ASA-BA é fundamental no processo de fortalecimento do diálogo com as agricultoras e os agricultores, bem como na sistematização e propagação dos saberes populares, das experiências exitosas de convivência com o Semiárido”, afirma Ivanessa Brito, comunicadora popular da COFASPI, unidade gestora da ASA em Jacobina. Para ela, fortalecer a rede de comunicação popular faz parte de uma estratégia de luta e transformação por um Semiárido mais justo e solidário.

O plano, que começou a ser construído no final de 2012, pretende organizar e unir a rede de comunicadores populares que atuam pelas diversas regiões da Bahia, e fornecer bases e diretrizes para orientar a construção dos processos comunicativos de forma integrada, a nível público e institucional, partindo desde o trabalho de assessoria de imprensa até atividades de educomunicação, buscando potencializar diversas iniciativas já existentes, e fomentar o surgimento de outras.

Na opinião de Fernanda Cruz, coordenadora de comunicação da ASA, a construção de um plano de comunicação é resultado do acúmulo de inúmeras ações nesse campo realizadas ao longo dos últimos anos. E reitera: “é fundamental que cada estado possa pensar quais são as estratégias importantes para a boa condução desse trabalho localmente, para que ele seja feito de forma articulada, potencializando o trabalho de comunicação em rede. Para mim, é isso que a Bahia vem fazendo. E precisamos perceber que esse é um fluxo contínuo: a rede de comunicadores da ASA Bahia alimenta a rede de comunicadores da ASA Brasil e vice-versa”.

Para Climério Vale, da coordenação executiva da ASA Bahia e coordenador do P1+2 pelo Cedasb (Centro de Convivência e Desenvolvimento Agroecológico do Sudoeste da Bahia), ”a ASA busca efetivamente construir uma política de convivência com o Semiárido. Diante desta perspectiva, precisa-se derrubar o paradigma de combate à seca, tão impregnado no imaginário popular e difundido pela grande mídia. Para contrapor a este modelo, faz-se necessária a construção de uma política de comunicação que mostre o verdadeiro valor da nossa região. A ação dos comunicadores e comunicadoras populares da ASA tem aberto os mais diversos espaços possíveis para que o nosso Semiárido seja visto em toda sua potencialidade, para além do seu clima, mas também da sua cultura, do seu povo. Por isso, construir um plano de comunicação, definindo estratégias de ação é tão importante para consolidação da política de Convivência com o Semiárido”.

ASA e a comunicação 

A comunicação popular é um elemento cada vez mais presente dentro do trabalho da ASA. Ela é feita por diversas pessoas que participam da rede: agricultores/as, animadores de campo, coordenadores e gerentes de programa, assessores de comunicação e pelos comunicadores populares.

A diferença desse tipo de comunicação para a comunicação tradicional, a qual estamos acostumados a ver, é a forma como ela constrói a informação – a partir do olhar e da voz dos agricultores e agricultoras familiares camponeses do Semiárido. A forma de divulgar a informação também é diferenciada: além de aproveitar os espaços convencionais de comunicação, ela aproveita os espaços dos sindicatos, das próprias organizações e dos veículos comunitários.

A ação de comunicação popular da ASA é articulada pela rede de comunicadores populares do Semiárido. Cada estado tem uma dinâmica de organização da rede, que também se articula nacionalmente, animados pela Assessoria de Comunicação da ASA (Asacom).

Fonte:Rodrigo de Castro - Comunicador popular da ASA

Foto: Arquivo da ASA Bahia

Disponível em: www.asabrasil.org.br

 

 


Veja também

< voltar    < principal    < outras notícias

Página:

Comunicadores populares da ASA Bahia avançam no plano de comunicação para o estado

Para:


Suas informações:



(500 caracteres no máximo) * Preenchimento obrigatório




Campanhas

Newsletters

Cadastre seu e-mail para receber notícias.

Formulário de Contato





Faça sua doação


Copyright © 2005 - 2009 IRPAA.ORG Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
Avenida das Nações nº 04 - 48905-531 Juazeiro - Bahia, Brasil
Tel.: 0055-74-3611-6481 - Fax.: 0055-74-3611-5385 - E-mail: irpaa@irpaa.org - CNPJ 63.094.346/0001-16
Utilidade Pública Federal, Portaria 1531/06 - DOU 15/09/2006 Utilidade Pública Estadual, Lei nº7429/99
Utilidade Pública Municipal, Lei nº 1,383/94 Registro no CNAS nº R040/2005 - DOU 22/03/2005