IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada

Viver no sertão é conviver com o Clima

Formulário de Busca

Siga-nos:



Notícias

Conselho de Educação da Bahia terá representação de Movimentos da Educação do Campo

Conselho de Educação da Bahia terá representação de Movimentos da Educação do Campo

O conselho de Educação da Bahia terá pela primeira vez como titular um representante das Escolas Famílias Agrícolas. O anúncio da nomeação de Tiago Pereira, Diretor presidente da Rede das Escolas Famílias Agrícolas Integradas do Semiárido Refaisa foi publicado no Diário Oficial do Estado da Bahia, no último dia 10 de junho.

O conselho existe há 179 anos, é formado por 24 representantes titulares e 12 suplentes, todos nomeados pelo governador. Entre as atribuições estão elaborar um conjunto de leis, diretrizes e portarias que norteiam a educação no estado. Cabe ainda ao órgão credenciar instituições, autorizar funcionamento de cursos, reconhecer cursos superiores ministrados por universidades estaduais, apurar denúncias envolvendo estabelecimentos de ensino e orientar sobre quesitos ligados à educação.

A presença de pessoas de renome acadêmico, juristas e escritores, a exemplo de Rui Barbosa e Anísio Teixeira sempre foi comum no conselho. Recentemente o conselho tem tido a presença de representações dos povos indígenas e dos territórios. Tiago já fazia parte do grupo, mas na condição de suplente. “A gente já conseguiu pautar a educação contextualizada enquanto princípio, a Pedagogia da Alternância enquanto perspectiva metodológica, tanto é que a resolução de Educação no Campo de 2015 foi atualizada”, avalia. O novo conselheiro titular relata ainda que “foi constituída uma comissão para elaborar uma portaria ou uma resolução da Pedagogia da Alternância no âmbito do Estado da Bahia”.

De acordo com Tiago, estar na titularidade do conselho permitirá debater ainda mais a educação do campo e a educação contextualizada naquele espaço. A expectativa é que a contribuição vá além das tarefas burocráticas. “A gente espera não só poder contribuir com o debate mais burocrático, mas também com o debate político-pedagógico emancipador da educação, de forma que a educação fique cada vez mais próxima das bases, dos territórios, das comunidades rurais, dos bairros periféricos... Que de fato faça seu papel, que não é só de escolarizar, mas formar na vida e para a vida”, explica Tiago.

A chegada de um representante das EFAs ao Conselho Estadual de Educação representa uma conquista importante para os movimentos ligados à educação na Bahia. Filho de agricultor familiar, Tiago cresceu na zona rural de Sento Sé-BA, há anos contribui com o debate da educação contextualizada e hoje  cursa o Doutorado em Agroecologia e Desenvolvimento Territorial, com pesquisas voltadas para o desenvolvimento do Semiárido, na Universidade Federal do Vale do São Francisco – Univasf, A conquista desse novo espaço reflete um avanço significativo na educação brasileira, representado na última década pelo aumento de pessoas de baixa renda nas universidades e pela implantação de novas instituições públicas de ensino superior no Brasil.

 

Texto: Eixo Educação e Comunicação do Irpaa

Foto: Refaisa 


Veja também

< voltar    < principal    < outras notícias

Página:

Conselho de Educação da Bahia terá representação de Movimentos da Educação do Campo

Para:


Suas informações:



(500 caracteres no máximo) * Preenchimento obrigatório




Campanhas

Newsletters

Cadastre seu e-mail para receber notícias.

Formulário de Contato





Faça sua doação


Copyright © 2005 - 2009 IRPAA.ORG Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
Avenida das Nações nº 04 - 48905-531 Juazeiro - Bahia, Brasil
Tel.: 0055-74-3611-6481 - Fax.: 0055-74-3611-5385 - E-mail: irpaa@irpaa.org - CNPJ 63.094.346/0001-16
Utilidade Pública Federal, Portaria 1531/06 - DOU 15/09/2006 Utilidade Pública Estadual, Lei nº7429/99
Utilidade Pública Municipal, Lei nº 1,383/94 Registro no CNAS nº R040/2005 - DOU 22/03/2005