IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada

Viver no sertão é conviver com o Clima

Formulário de Busca

Siga-nos:



Notícias

Projeto Jovens Comunicadores estimula a produção audiovisual contextualizada

Projeto Jovens Comunicadores estimula a produção audiovisual contextualizada

A Mulher no Semiárido, Plantas medicinais e Gestão da Água do Rio Salitre, foram algumas das temáticas pautadas em vídeos de dois a três minutos produzidos este final de semana por adolescentes e jovens do Coletivo Carrapicho Virtual. A atividade foi um dos resultados da oficina de Audiovisual realizada nos dias 26 e 27 na comunidade de Alfavaca, no Vale do Salitre, em Juazeiro (BA).

A oficina integra a proposta de formação do projeto Jovens Comunicadores, ação do Pró-Semiárido, projeto do Governo da Bahia que conta com recursos do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida). O Carrapicho Virtual é um dos grupos contemplados com o projeto, que visa contribuir com a formação de jovens do Semiárido baiano no tocante ao direito à comunicação, estimulando a visão crítica da mídia e a produção de conteúdo contextualizado à realidade local.

O conteúdo da oficina voltou-se para algumas técnicas de produção de vídeo com o celular, possibilitando, além da abordagem teórica, a prática de gravação e edição em grupos. Para o jovem João Victor Araújo, foi possível “aprender coisas novas, coisas que eu tinha dúvida”, inclusive sobre as funções do próprio aparelho celular. Para ele, os aprendizados, vão “influenciar muito no projeto, aprendemos novas técnicas, pra sair um pouco da parte amadora e mudar a perspectiva de vídeos do Carrapicho”, avalia o jovem.

Esta foi a sexta oficina realizada pelo Projeto Jovens Comunicadores junto ao Coletivo de adolescentes e jovens do Salitre que tem a educomunicação como estratégia central. Mas foi a primeira vez que algumas jovens participaram, a exemplo de Kailane Pereira e Maria Alice Dias, que ingressaram no grupo a partir desta oficina. “Eu entrei [agora] mas já entrei fazendo um bucado de coisa, aprendi umas coisas que eu não sabia”, revela Kailane após ter tido a experiência de está por trás e à frente das câmeras. Alice diz ter entendido que é preciso organizar, planejar antes de elaborar o vídeo, ou seja, elaborar um roteiro, uma das técnicas trabalhadas durante a oficina.

O instrutor Venilson Conceição, que tem formação em cinema e audiovisual, considera que o grupo já vem avançando com relação à produção de vídeos, porém alerta para a importância de apostar em algumas técnicas e equipamentos simples que possam qualificar ainda mais a produção audiovisual que já vem sendo divulgada na internet.

Ao final da oficina, as/os participantes assistiram aos vídeos produzidos, os quais estarão disponíveis na página do Carrapicho Virtual no facebook. Além disso, foi exibido também um curta de 2:49 min que assegurou ao grupo o 2º lugar no concurso nacional de vídeo Internet Direito Seu, realizado recentemente pela Rede Independente Coalizão Direitos na Rede.

A comunidade de Alfavaca integra o Território Arco-Íris do Sertão, que é contemplado com o Projeto Pró-Semiárido, no qual as famílias agricultoras contam com assessoria técnica voltada para a Convivência com o Semiárido. A execução do Pró-Semiárido e o acompanhamento ao projeto Jovens Comunicadores nas comunidades do Salitre é feita pelo Irpaa.

 

Texto e foto: Comunicação Irpaa


Veja também

< voltar    < principal    < outras notícias

Página:

Projeto Jovens Comunicadores estimula a produção audiovisual contextualizada

Para:


Suas informações:



(500 caracteres no máximo) * Preenchimento obrigatório




Campanhas

Newsletters

Cadastre seu e-mail para receber notícias.

Formulário de Contato





Faça sua doação


Copyright © 2005 - 2009 IRPAA.ORG Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
Avenida das Nações nº 04 - 48905-531 Juazeiro - Bahia, Brasil
Tel.: 0055-74-3611-6481 - Fax.: 0055-74-3611-5385 - E-mail: irpaa@irpaa.org - CNPJ 63.094.346/0001-16
Utilidade Pública Federal, Portaria 1531/06 - DOU 15/09/2006 Utilidade Pública Estadual, Lei nº7429/99
Utilidade Pública Municipal, Lei nº 1,383/94 Registro no CNAS nº R040/2005 - DOU 22/03/2005