IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada

Viver no sertão é conviver com o Clima

Formulário de Busca

Siga-nos:



Notícias

Experiências de educomunicação desenvolvidas por jovens devem inspirar fortalecimento de rede no Sertão do São Francisco

Experiências de educomunicação desenvolvidas por jovens devem inspirar fortalecimento de rede no Sertão do São Francisco

Jovens que participam de processos formativos de educomunicação apresentaram suas experiências durante um seminário, realizado dia 11 de junho, no auditório do Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar – Setaf, em Juazeiro. O evento foi realizado para fomentar a atuação de uma rede de educomunicação que deve envolver os 27 territórios de identidade da Bahia e começa a ganhar corpo no Território Sertão do São Francisco – TSSF.

A jovem Lairlane Oliveira, da comunidade Bom Sucesso, em Sobradinho, integra a rede “Jovens da Caatinga”, um coletivo de comunicadoras/es vindas/os do interior dos dez municípios do Sertão do São Francisco e de Campo Formoso, no Piemonte Norte do Itapicuru. Durante o seminário Lairlane falou sobre o processo formativo da rede Jovens da Caatinga, destacando o trabalho realizado nas comunidades e apresentando produções que evidenciam principalmente as riquezas da região. Segundo Lairlane, é preciso que as próprias pessoas que vivem aqui divulguem “coisas que tenham a ver com a realidade da região”, contrapondo a imagem de um Semiárido inviável, geralmente disseminada pela grande mídia. “Nosso território é rico, é diverso e tem muitas potencialidades”, exalta a jovem.

Um dos trabalhos que inspirou a criação da rede Jovens da Caatinga foi o coletivo Carrapicho Virtual, que, formado por jovens de comunidades rurais da região do Salitre, em Juazeiro, desenvolve ações de comunicação para o fortalecimento das comunidades salitreiras. Foi sobre essa experiência que o jovem Noesio Santos falou durante o seminário.

Noesio, que mora na comunidade de Alfavaca, conta que o Carrapicho Virtual está se tornando uma referência, levando sua história e contribuindo para a formação em diversos níveis, inclusive na universidade. “Somos convidados para participar de seminários, mesas e até mesmo dar oficinas”, revela Noesio. Para o jovem um dos pontos mais importantes do seminário foi compartilhar experiências com outros grupos de jovens.

O representante do Carrapicho Virtual disse ter gostado da troca de informações com o grupo Jovens da Caatinga e também com a Trupe Novo Ato – Contadores de Histórias, que levou para o seminário elementos de sua história e demonstrações de como fazem as contações. Na opinião do diretor do grupo, William Soares, “todo mundo é capaz de contar sua própria história”. Ele revela que um dos principais objetivos da Trupe Novo Ato é incentivar a leitura a partir da vivência local, reforçando a cultura da região através da contação que envolve música, dança e teatro. Segundo o jovem diretor, um dos trunfos do grupo é ir além de contar os clássicos mundiais, apresentando para o público “histórias do Semiárido, da nossa cultura e principalmente falar sobre o rio São Francisco”, relata William.

O conhecimento prático em educomunicação apresentado pelos três coletivos de jovens deve servir de inspiração para que o TSSF possa construir a atuação em rede, fortalecendo ou estimulando a criação de experiências de educomunicação nos dez municípios que compõem o TSSF.

Após apreciar as apresentações, o público do seminário elencou propostas para que a Rede Educom do TSSF seja ampliada. Uma das propostas mais citadas foi a formação em educomunicação para diversos atores sociais nos municípios.


Texto e fotos: Comunicação do Irpaa


Veja também

< voltar    < principal    < outras notícias

Página:

Experiências de educomunicação desenvolvidas por jovens devem inspirar fortalecimento de rede no Sertão do São Francisco

Para:


Suas informações:



(500 caracteres no máximo) * Preenchimento obrigatório




Campanhas

Newsletters

Cadastre seu e-mail para receber notícias.

Formulário de Contato





Faça sua doação


Copyright © 2005 - 2009 IRPAA.ORG Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
Avenida das Nações nº 04 - 48905-531 Juazeiro - Bahia, Brasil
Tel.: 0055-74-3611-6481 - Fax.: 0055-74-3611-5385 - E-mail: irpaa@irpaa.org - CNPJ 63.094.346/0001-16
Utilidade Pública Federal, Portaria 1531/06 - DOU 15/09/2006 Utilidade Pública Estadual, Lei nº7429/99
Utilidade Pública Municipal, Lei nº 1,383/94 Registro no CNAS nº R040/2005 - DOU 22/03/2005