IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada

Viver no sertão é conviver com o Clima

Formulário de Busca

Siga-nos:



Notícias

Caatinga em festa: Massaroca sedia primeira Mini-Fábrica de Beneficiamento de Frutas da Caatinga no município de Juazeiro

Caatinga em festa: Massaroca sedia primeira Mini-Fábrica de Beneficiamento de Frutas da Caatinga no município de Juazeiro

Com apresentações culturais, feira de produtos da agricultura familiar, solenidade, churrasco e muito forró, a comunidade de Curral Novo, distritito de Massaroca, festejou no último dia 30 de junho a aquisição da primeira Unidade de Beneficiamento de Frutas em funcionamento no município de Juazeiro (BA).

Cerca de 200 pessoas dos povoados e da sede do distrito, de órgãos apoiadores e grupos parceiros prestigiaram o evento, que contou com grande empenho da comunidade, em especial da Associação Comunitária Agropastoril de Curral Novo e Jacaré e juventude da região. Doces e salgados com recheio de doces e cremes de umbus, bebidas e outras guloseimas foram servidas durante a solenidade de inauguração que contou com a participação do Superintendente da Agricultura Familiar do Estado da Bahia, Wilson Dias, do presidente da Associação, Raimundo Arcanjo, do coordenador geral do Irpaa, Ademilson da Rocha (Tiziu) e representantes do STR de Juazeiro, Secretaria Municipal de Agricultura, Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, Coopercuc, Comitê de Associações da região de Massaroca e Território Sertão do São Francisco.

“Não esperava que em meio a caatinga, no sertão quente, iria encontrar uma mini-fábrica de beneficiamento de frutas, com água, energia”, revelou o representante da Superintendência de Agricultura Familiar (Suaf/Seagri), Wilson Dias. A importância da organização comunitária e da comunidade permanecer fortalecida para fazer uma boa gestão do empreendimento também foi destaque na fala de Wilson, pois, segundo ele, desta forma nunca faltará apoio por parte de entidades como o Irpaa e do próprio Governo do Estado, uma vez que ações como esta significam muito para o desenvolvimento da região.


Investimento em Sustentabilidade


“A conquista da Mini-Fábrica é um sonho antigo da associação”, lembrou o presidente Raimundo Arcanjo, popular Seu Raimundinho, ao abrir a solenidade de inauguração. Toda estrutura hoje disponível para produção e armazenamento de derivados de frutas da caatinga está orçada em uma média de 120 mil reais e é parte das metas do Projeto Recaatingameto, executado pelo Irpaa com patrocínio da Petrobras, através do Programa Petrobras Ambiental.

Mas para o coordenador do Irpaa, mais importante do que a estrutura física adquirida, foi o processo de formação que o projeto proporcionou às famílias envolvidas e, principalmente, a organização social, engajamento político e autonomia conquistada pela comunidade para dar continuidade ao projeto. Tiziu destacou ainda a importância dos governos fazerem investimentos como estes, que garantam a sustentabilidade da caatinga, ao invés de liberarem altos recursos para projetos que degradam a caatinga e os recursos naturais de modo geral, como vem acontecendo em muitas regiões do Semiárido.


Protagonismo da comunidade


O esforço para receber bem o público convidado, os produtos da mini-fábrica já sendo comercializados , a consciência política demonstrada a partir de encenações teatrais, versos de cordel, pinturas em tecido fez do evento um momento de renovação dos ânimos para quem é partícipe das lutas sociais. Benedita Varjão, uma das gestoras da Cooperativa Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá, falou da satisfação de poder compartilhar a experiência da Coopercuc, que hoje é referência inclusive no mercado internacional. Para ela, cada nova experiência impulsiona a luta pela qualidade de vida e sustentabilidade da caatinga.

O novo grupo de economia solidária da região mostrou que é possível conviver com a seca. Dos poucos umbus colhidos no início do ano, o armazenamento da polpa permitiu a produção de compota, suco, geleia, doce cremoso e doce de corte, os quais já estão sendo comercializados. Compota de manga e doce de banana são também produtos que já vem sendo estocados na Mini-Fábrica.

O Projeto Recaatingamento é uma parceria constituída entre o Irpaa e as comunidades Fundo de Pasto e depende essencialmente da adesão e participação ativa das mesmas, por isso para a comunidade ele não pode encerrar: “a comunidade tem que abraçar o projeto, tem mais dez anos pra frente, junto com o Irpaa, o plano da gente é continuar”, afirmou Seu Raimundinho.



Veja também

< voltar    < principal    < outras notícias

Página:

Caatinga em festa: Massaroca sedia primeira Mini-Fábrica de Beneficiamento de Frutas da Caatinga no município de Juazeiro

Para:


Suas informações:



(500 caracteres no máximo) * Preenchimento obrigatório




Campanhas

Newsletters

Cadastre seu e-mail para receber notícias.

Formulário de Contato





Faça sua doação


Copyright © 2005 - 2009 IRPAA.ORG Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
Avenida das Nações nº 04 - 48905-531 Juazeiro - Bahia, Brasil
Tel.: 0055-74-3611-6481 - Fax.: 0055-74-3611-5385 - E-mail: irpaa@irpaa.org - CNPJ 63.094.346/0001-16
Utilidade Pública Federal, Portaria 1531/06 - DOU 15/09/2006 Utilidade Pública Estadual, Lei nº7429/99
Utilidade Pública Municipal, Lei nº 1,383/94 Registro no CNAS nº R040/2005 - DOU 22/03/2005