IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada

Viver no sertão é conviver com o Clima

Formulário de Busca

Siga-nos:



Notícias

Denúncias de destruição e formas de preservação da Caatinga foram destaque na 24ª Romaria de Canudos

Denúncias de destruição e formas de preservação da Caatinga foram destaque na 24ª Romaria de Canudos

A religiosidade, a mística e a política social voltada para a questão ambiental estiveram presentes na 24ª edição da Romaria de Canudos, que todos os anos, lembra a história de um povo que foi massacrado por tentar experimentar um modelo de sociedade diferente do que se estabelecia nos anos 90 do século XIX.

Este ano, a Romaria contou com a realização de gincanas nas escolas, palestras e noite cultural no primeiro dia. No sábado, segundo dia do evento, aconteceu oficina de canto e mística, atividade que contou com 150 participantes, em sua maioria jovens. À tarde, a juventude também foi protagonista da programação ao lembrar as/os combatentes da Guerra de Canudos e também as manifestações culturais populares no desfile histórico pelas ruas principais da cidade. Já a programação noturna teve início com a realização de culto ecumênico e em seguida as/os participantes puderam conhecer informações acerca da caatinga e discutir a importância de preservá-la, momento que contou com a participação de um dos coordenadores do Irpaa, Haroldo Schistek. Para fechar a noite e inspirar as/os romeiros para as atividades do dia seguinte, o artista Zé Vicente coordenou um encontro musical, lembrando canções que sempre fizeram parte dos eventos populares, em especial das Romarias.

Na avaliação do Padre Ednaldo Gonçalves, o objetivo de aprofundar a temática da Romaria foi atingido, inclusive porque foi feito um trabalho prévio envolvendo as comunidades rurais e professores/as da rede pública na discussão sobre a caatinga, o que, na opinião do religioso, irá ajudar no trabalho de conscientização da população de Canudos sobre a importância de preservar o bioma.

O último dia do evento começou cedo com a celebração de missa campal, onde o tema da Romaria, “Canudos e caatinga: exemplos de vida e resistência” foi evidenciado de diversas formas, desde apresentações teatrais até distribuição de mudas nativas do bioma. Ao final da celebração foi lida e distribuída também a Carta da Romaria, a qual denuncia diversas formas de destruição da caatinga e aponta elementos essenciais para a Convivência com a mesma. Em seguida as/os romeiros e romeiras seguiram em caminhada até o açude de Cocorobó, onde foi feita a mística de encerramento.

A participação do público jovem também teve destaque nesta edição da Romaria. Além do envolvimento nas atividades da programação, a juventude também colaborou na organização, realizando intervenções artísticas e se responsabilizando por atividades como a acolhida e hospedagem. A coordenadora da Pastoral da Juventude do Meio Popular no município, Elaine dos Santos, reconhece a importância do envolvimento da juventude no evento: “É importante os jovens de Canudos participarem da Romaria pelo fato de resgatar algo que aconteceu e ainda repercute e faz parte de nossa história. A gente celebra isso de uma forma diferente, com toda esta mística que nos a Romaria de Canudos nos favorece”, destacou.

LEIA AQUI A CARTA DA 24ª ROMARIA
 


Veja também

< voltar    < principal    < outras notícias

Página:

Denúncias de destruição e formas de preservação da Caatinga foram destaque na 24ª Romaria de Canudos

Para:


Suas informações:



(500 caracteres no máximo) * Preenchimento obrigatório




Campanhas

Newsletters

Cadastre seu e-mail para receber notícias.

Formulário de Contato





Faça sua doação


Copyright © 2005 - 2009 IRPAA.ORG Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
Avenida das Nações nº 04 - 48905-531 Juazeiro - Bahia, Brasil
Tel.: 0055-74-3611-6481 - Fax.: 0055-74-3611-5385 - E-mail: irpaa@irpaa.org - CNPJ 63.094.346/0001-16
Utilidade Pública Federal, Portaria 1531/06 - DOU 15/09/2006 Utilidade Pública Estadual, Lei nº7429/99
Utilidade Pública Municipal, Lei nº 1,383/94 Registro no CNAS nº R040/2005 - DOU 22/03/2005